Mamíferos classificação


Mamíferos – classificação

Os mamíferos (do latim científico Mammalia) constituem uma classe de animais vertebrados, que se caracterizam pela presença de glândulas mamárias que, nas fêmeas, produzem leite para alimentação dos filhotes (ou crias), e a presença de pêlos ou cabelos. São animais endotérmicos, (ou seja, de temperatura constante, também conhecidos como "animais de sangue quente"). O cérebro controla a temperatura corporal e o sistema circulatório, incluindo o coração (com quatro câmaras). Os mamíferos incluem 5 416 espécies (incluindo os seres humanos), distribuídas em aproximadamente 1 200 gêneros, 152 famílias e até 46 ordens, de acordo com o compêndio publicado por Wilson e Reeder (2005). Entretanto novas espécies são descobertas a cada ano, aumentando esse número; e até o final de 2007, o número chegava a 5 558 espécies de mamíferos.

Chave classificatória dos mamíferos viventes (simplificado):

Classe Mammalia

    Subclasse Prototheria

            Ordem Monotremata (ornitorrinco, equidna)

    Subclasse Theria
(Marsupiais e mamíferos placentários (Storer 714))

        Infraclasse Marsupialia (nome anterior Metatheria)

            Ordem Didelphimorphia (gambá, cuícas)
            Ordem Paucituberculata (cuíca-musaranho)
            Ordem Microbiotheria (monito-del-monte)
            Ordem Notoryctemorphia (toupeira-marsupial)
            Ordem Dasyuromorphia (diabo-da-tasmânia, gatos-marsupiais)
            Ordem Peramelemorphia (bandicotos)
            Ordem Diprotodontia (coala, wombat, canguru)

        Infraclasse Placentalia (nome anterior Eutheria)
Mamíferos placentários. Sem bolsa ou ossos marsupiais; vagina única; feto desenvolve-se inteiramente dentro do corpo da fêmea, preso por uma placenta à parede do útero e com crescimento do cório. (Storer 715)

            Superordem Afrotheria:

                Ordem Afrosoricida (tenrecos) (ex-Insectivora)
                Ordem Macroscelidea (musaranho-elefante)
                Ordem Tubulidentata (aardvarks)
                Ordem Hyracoidea (dassies)
                Ordem Proboscidea (elefantes)
                Ordem Sirenia (peixe-boi)

            Superordem Xenarthra

                Ordem Cingulata (tatu)
                Ordem Pilosa (preguiça, tamanduá)

            Superordem Euarchontoglires:

                Ordem Scandentia (Tupaias)
                Ordem Dermoptera (colugos)
                Ordem Primates (lémur/lêmure, macaco, chimpanzé, homem)
                Ordem Rodentia (Roedores)(camundongo, rato, hamster, esquilo, castor)
                Ordem Lagomorpha (lebre, coelho, pika)

            Superordem Laurasiatheria

                Ordem Erinaceomorpha (ouriço) (ex-Insectivora)
                Ordem Soricomorpha (musaranho, toupeira, solenodonte) (ex-Insectivora)
                Ordem Chiroptera (morcego)
                Ordem Pholidota (pangolim)
                Ordem Carnivora (cão, gato, urso, doninha, foca, morsa)
                Ordem Perissodactyla (cavalo, rinocerontes e anta )
                Ordem Artiodactyla (porco, veado, boi, ovelha, camelo)
                Ordem Cetacea (baleia, golfinho)

Três considerações devem ser levantadas:

    As ordens Afrosoricida, Erinaceomorpha e Soricomorpha formavam a antiga ordem Insectivora, ainda utilizada por alguns investigadores.
    As ordens Cingulata e Pilosa compunham a antiga ordem Edentata, cujo termo atualmente foi elevado a superordem.
    Em algumas publicações os artiodáctilos e os cetáceos aparecem formando uma única ordem, a Cetartiodactyla.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Mam%C3%ADferos



O R D E N S



ORDEM RODENTIA

Os roedores (do latim científico Rodentia) constituem a mais numerosa ordem de mamíferos com placenta contendo mais de 2000 espécies, o que corresponde a cerca de 40% das espécies da classe dos mamíferos. A maior parte são de pequenas proporções, o camundongo-pigmeu Africano tem 6 cm de comprimento e pesa 7 g. Por outro lado, o maior deles, a capivara, pode pesar até 45 kg. Acredita-se que o extinto Phoberomys pattersoni teria pesado 700 kg. Roedores são encontrados em grande número em todos os continentes, exceto a Antártida, na maioria das ilhas e em todos os habitats, com exceção dos oceanos. Juntamente com os morcegos (Chiroptera), foram os únicos mamíferos placentários a colonizar a Austrália independentemente da introdução humana.
    Ecologicamente são muito diversos. Algumas espécies passam a vida inteira no dossel florestal , outras raramente deixam o chão. Algumas espécies apresentam um hábito marcadamente aquático, enquanto outras são altamente especializadas para o ambiente desértico. Muitas são em certa medida onívoras, assim como outras têm uma dieta bem específica, comendo, por exemplo, algumas espécies de fungos ou invertebrados.
    No entanto, todos compartilham uma característica: uma dentição altamente especializada para roer. Todos os roedores possuem um par de incisivos na arcada dentária superior e inferior seguidos por um espaço, o diastema, e por um ou mais molares e pré-molares. Nenhum roedor possui mais de quatro incisivos e nenhum roedor possui caninos. Seus incisivos não têm raiz e crescem continuamente. As superfícies anterior e laterais são cobertas de esmalte, enquanto a posterior tem a dentina exposta. No ato de roer, os incisivos se atritam, desgastando a dentina, o que mantém os dentes bastante afiados. Esse sistema de "afiamento" é muito eficiente e é uma das chaves do enorme sucesso dos roedores.
    Roedores são importantes em muitos ecossistemas porque se reproduzem rapidamente, servindo de alimento para predadores, são dispersores de sementes e vetores de doenças. Humanos usam roedores para testes laboratoriais, na alimentação e para obtenção de sua pele.

Classificação
Distribuição dos roedores atuais e recentemente extintos pelas famílias - baseado em Wilson e Reeder (2005)

    Ordem RODENTIA
        Subordem Sciuromorpha
                Família Aplodontiidae - castor-das-montanhas
                Família Sciuridae - esquilo, marmota
                Família Gliridae - arganaz
                Família Geomyidae - rato-de-bolso
        Subordem Castorimorpha
                Família Castoridae - castor
                Família Heteromyidae - rato-canguru
        Subordem Myomorpha
            Superfamília Dipodoidea
                Família Dipodidae
            Superfamília Muroidea
                Família Nesomyidae
                Família Cricetidae
                Família Muridae
                Família Platacanthomyidae
                Família Spalacidae
                Família Calomyscidae
        Subordem Anomaluromorpha
                Família Anomaluridae - esquilos-de-cauda-escamosa
                Família Pedetidae
        Subordem Hystricomorpha
                Família Diatomyidae Incertae sedis - rato-da-pedra-laociano
            Infraordem Ctenodactylomorphi
                Família Ctenodactylidae - gundis
            Infraordem Hystricognathi
                Família Bathyergidae
                Família Hystricidae - porcos-espinhos do Velho Mundo
                Família Petromuridae
                Família Ctenomyidae tuco-tucos
                Família Echimyidae - ratos-de-espinho
                Família Thryonomyidae
                Família Erethizontidae - porcos-espinhos do Novo Mundo
                Família Chinchillidae - chinchilas e viscachas
                Família Dinomyidae - pacarana
                Família Caviidae - porquinhos-da-Índia
                Família Dasyproctidae - cutias
                Família Cuniculidae - pacas
                Família Octodontidae - octodontes
                Família Abrocomidae - ratos-chinchila
                Família Myocastoridae - ratão-do-banhado
                Família Capromyidae
                Família Heptaxodontidae


http://pt.wikipedia.org/wiki/Roedores


Ouriços
Porcupine is the common name for any members of two families of rodents, Erethizontidae and Hystricidae, characterized by heavy bodies with some areas covered with long, sharp quills or spines (modified hairs). The quills, which are interspersed with coarse hair, can detach from the skin easily when touched and become embedded in a potential predator.
    Members of Erethizontidae are known as the New World porcupines and members of Hystricidae are known as the Old World porcupines. The New World porcupines have barbed quills and tend to be arboreal (adapted to life in trees) while the Old World porcupines lack barbs on their quills and are adapted to life on the ground.
    The porcupine is ecologically important as part of terrestrial food chains, consuming vegetative matter like leaves, twigs, bark, fruits, and green plants and, despite its unique defense system, being eaten by fishers, cougars, coyotes, and bobcats. The fisher (a North American marten) is particularly adapt at eating porcupines. All of this adds to the human wonder of nature and to the harmony of nature, reflecting a principle of interdependence, whereby living organisms add value to the ecosystem, and humans, while also pursuing their own continuity as a species.
    The name "porcupine" comes from Middle French porc d'épine "thorny pork", hence the nickname "quill pig" for the animal.
http://www.newworldencyclopedia.org/entry/Porcupine

A porcupine is any of 28 or so species of rodent belonging to the families Erethizontidae or Hystricidae. All defend themselves with sharp spines—actually modified hairs—rather like those of the hedgehogs and the echidnas. However, they are not to be confused with hedgehogs, which are part of the order Erinaceomorpha and more closely related to shrews and moles than they are to the rodents. Likewise, the echidnas, as monotremes, are very distantly related indeed.
http://www.newworldencyclopedia.org/entry/Porcupine

Similar Species
    Unmistakable in the UK - no other similar species (B142).
There is similarity in appearance of spines between the hedgehog and a number of other species including porcupines (Hystricidae - Old-world porcupines (Family), Erethizontidae - New-world porcupines (Family)), the spiny mice from Africa and Asia (Muridae - Rats, mice, voles, gerbils etc. (Family)), the spiny anteaters (Tachyglossidae - Spiny anteaters (Family)), the spiny dormice (Platacanthomyidae), cane rats from Africa (Thryonomyidae - Cane rats), New World spiny rats (Family Echimyidae - Spiny rats) and mice (Cricetidae) and Tenrecs (Tenrecidae - Tenrecs, Otter-shrews (Family)). The presence of spines in all these disparate species is considered to be an example of convergent evolution. The hedgehogs (Erinaceidae - Hedgehogs, moonrats (Family)) and the species listed above are not closely related. (B254.2.w2, B228.1.w1)
http://wildpro.twycrosszoo.org/S/0MInsectivor/Erinaceidae/Erinaceus/Erinaceus_europaeus/Erinaceus_europaeus.htm

http://mamiferosdomundo.blogspot.com/2011/07/familia-hystricidae.html - perguntar qual a diferença entre Família Hystricidae e família Erinaceidae
http://wonderfulseaworld.blogspot.com/2011/02/mamiferos-em-geral_07.html - idem


ORDEM ERINACEOMORPHA
Erinaceidae is the only living family in the order Erinaceomorpha, which has recently been subsumed with Soricomorpha into the order Eulipotyphla
http://en.wikipedia.org/wiki/Erinaceidae






Procura
Galeria
Rede Acordem!


 

Mapa de tráfego
Música

Clique aqui

©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional